APRESENTAÇÃO

Continuidade é a base do trabalho de um grupo de teatro. Continuidade é também a condição primeira para a consolidação de um festival de teatro. Ou seja, não há dúvidas que, pro festival O Mundo Inteiro é um Palco, essa é a palavra que nos guia: um grupo de teatro que faz um festival! Tendo começado como uma celebração aos vinte anos do grupo, o festival chega à sua terceira edição, ganhando corpo a cada ano. As parcerias, a celebração, os encontros e as trocas foram, e seguem sendo, o que nos move a fazer esse festival e projetá-lo ao futuro.

Em 2015, O Mundo Inteiro é um Palco avança. Avança para a rua, com o lounge ainda maior, ocupando as duas vias da Av. Amintas Barros. Avança territorialmente, com sua programação chegando até o Rio Grande do Sul, e já sonhando com a internacionalização em 2016. E Avança para o bairro de Nova Descoberta, com o nascimento do Boi Galado. O Boi Marinho volta a Natal, depois da inesquecível abertura do festival no ano passado, desta vez para batizar o nosso Boi, o Boi dos Clowns, o Boi do bairro, o Boi do festival, que a partir de agora irá abrir o festival todos os anos. O seu batismo remete à mais natalense das gírias, já usada pelo grupo em Muito Barulho por Quase Nada: Galado!
E assim que o Boi abrir a porteira, teremos uma semana de muito agito, com espetáculos na rua e no Barracão, cenas curtas, lançamento de livro, oficinas e palestras, numa programação que reúne gente de Porto Alegre, São Paulo, Minas Gerais, Recife, João Pessoa, Crato, Mossoró e, é claro, muitos artistas natalenses!

A Caixa abraçou o nosso festival e possibilitou que essa terceira edição viesse com tanta força. Os parceiros locais, como o IFRN, o SESC/RN e tantos outros, seguem acreditando na importância da existência d’O Mundo Inteiro é um Palco. Os artistas, de Natal e de fora, também são parte fundamental para a existência desse festival, já que sempre se dispõem de forma tão generosa e parceira para estarem conosco, trocar experiências e vivenciar essa semana tão especial pra nós. Por fim, a parte mais importante de tudo isso: você! O público, que a cada ano vem ocupando mais e mais a rua e o Barracão, esgotando os ingressos de todas as apresentações e fazendo isso tudo fazer sentido, valer a pena!

Em meio ao delicado momento que vivemos, no qual todos os teatros públicos de Natal estão fechados, em decorrência de anos e anos de descaso e abandono, o Barracão segue como espaço de resistência e desordem, propondo um outro significado para a atuação pública da arte. Pela primeira vez, todas as apresentações do festival acontecerão em Nova Descoberta, não só no Barracão, mas também nas ruas do bairro, reforçando o nosso interesse em cada vez mais estar próximo e espalhado por suas ruas e sua gente, e o Festival O Mundo Inteiro é um Palco tem sido a melhor forma de fazê-lo.

Sigamos!

Clowns de Shakespeare

Com o objetivo de fortalecer grupos e espetáculos de teatro e dança, de aprimorar e de difundir técnicas, métodos e linguagens, é que, tradicionalmente, a Caixa patrocina festivais de teatro e dança em várias regiões do Brasil. Desde 2008, com o objetivo de democratizar o acesso aos patrocínios, o processo de seleção dos projetos tornou-se público, por meio de editais anuais. A seleção de projetos é realizada de modo a contemplar todas as regiões brasileiras, com objetivo de incentivar e promover a circulação do teatro e da dança, de fomentar o intercâmbio de ideias, de artes, de cultura, postura já consolidada da Caixa em relação ao apoio à cultura brasileira, e de promoção da inclusão social e do desenvolvimento humano.
Mensagem do Patrocinador, CAIXA - IFRN - SESC RN

Mostra CAIXA de espetáculos

Nesta história, Mané Gostoso é um mutreteiro, inventador de causos, que vive tranquilo sua vidinha na cidade de Boitibóia até a chegada de um Forasteiro que o desafia. Nessa disputa por amor e sobrevivência, os atores jogam com o público a escolha de quem viverá o papel do Mané Gostoso, criando, a cada dia, com os pais e as crianças, um espetáculo diferente cheio de surpresas, humor e poesia. *

* Este projeto foi contemplado com PRÊMIO FUNARTE DE TEATRO MYRIAM MUNIZ/2014

Diretor: Fernando Escrich
Autor: Luciano Pontes
Elenco: Arilson Lopes, Luciano Pontes e Samuel Lira
Direção Musical: Fernando Escrich
Cenário: Rai Bento
Iluminação: Luciana Raposo
Figurinos: Joana Gatis
Produção: Edjalma Freitas e Luciano Pontes
Técnico de som: Phillippi Oliveira

Dia 24/10
Horário: 11h00
Classificação indicativa: Livre, a partir de 06 anos de idade
Ingressos: R$30,00
Local: Barracão Clowns

Venha dançar, viver, se divertir dentro da tradição nordestina! Esse ano os Clowns de Shakespeare, em parceria com o multiartista pernambucano Helder Vasconcelos, está levantando o BOI GALADO, e para isso convida músicos, artesão, dançarinos, pessoas com habilidades manuais ou sem habilidades nenhuma. A única exigência inegociável é que tragam seus corpos e muita, muita disposição!

Integrantes: Helder Vasconcelos, Laura Tamiana, Aguinaldo Silva, Maria de Fátima Rodrigues, Gustavo Vilar, Frank Sosthenes, Gleidson Roberto, Anna Luiza, Janson Job, Juliane Fuchs, Lucas Fortunato, Joaley Almeida.
Dia 24/10
Horário: 16h00
Classificação indicativa: Livre
Ingressos: Gratuito
Local: Concentração em frente ao Barracão Clowns.
Inspirado pela tradição oral, o espetáculo narra, com música ao vivo, humor e poesia, a trajetória de tirania, bravura, esperteza e bonanças de três reis através das histórias: “A Lavadeira Real”, “O Rato que roeu a Roupa do Rei de Roma” e “O Rei Chinês Reinaldo Reis”, recontadas e criadas pelo escritor, ator e contador de histórias Luciano Pontes, acompanhado pela flauta e tambor do músico Gustavo Vilar.*

* Este projeto foi contemplado com PRÊMIO FUNARTE DE TEATRO MYRIAM MUNIZ/2014

Diretor: Luciano Pontes
Autor: Luciano Pontes
Elenco: Gustavo Vilar e Luciano Pontes
Direção Musical: Gustavo Vilar e Luciano Pontes
Iluminação: Luciana Raposo
Figurinos: Luciano Pontes
Produção: Edjalma Freitas e Luciano Pontes
Técnico de som: Phillippi Oliveira
Dia 25/10
Horário: 11h00** e 16h00***
Classificação indicativa: Livre, a partir de 06 anos de idade
Ingressos: R$30,00
Local: Barracão Clowns.
** A sessão das 11h00 contará com tradução simultânea em libras.
*** Após a sessão das 16h00 haverá o lançamento do livro “Seu Rei Mandou”, de Luciano Pontes.
A Casatória C’a Defunta, conta de modo lúdico e divertido as peripécias de quem já partiu desta vida para uma melhor e dos que ainda respiram por esses ares. O medroso Afrânio, está prestes a casar-se com a romântica Maria Flor, mas acidentalmente casa-se com a fantasmagórica Moça de Branco, que o leva para o submundo. Lá, o jovem irá fazer valorosos amigos e aprenderá uma grande lição.
Diretor: Marcos Leonardo
Autor: Romero Oliveira
Elenco: Mônica Danuta, Paulo Lima, Lígia Kiss, Raull Davyson, Romero Oliveira
Direção Musical: Romero Oliveira
Cenário: Marcos Leonardo
Iluminação: Cia. Pão Doce
Figurinos: Marcos Leonardo
Produção: Cia. Pão Doce
Apoio Técnico: Bárbara Paiva
Dia 25/10
Horário: 19h00
Classificação indicativa: Livre.
Ingressos: Gratuito
Local: Calçada em frente ao Barracão Clowns.
Cinco crianças desaparecem misteriosamente de suas casas. O bairro era o Planalto, na cidade do Natal. No entrelaçamento dos fios dessa tragédia, uma narrativa imbrica as cicatrizes da realidade e as marcas imaginativas do teatro, contando a dor das famílias do Planalto. Que, mesmo com um inquérito que se arrasta por mais de uma década, nunca tiveram respostas. Essa é a maldição de serem moradores pobres da Floresta de Plástico. Talvez essa seja a questão.
Diretor: Lenilton Teixeira e Jefferson Fernandes
Autor: Henrique Fontes e Grupo Estandarte
Elenco: Marinalva Moura, Dinha Vitor, Bárbara Rocha
Direção Musical: Luiz Gadelha
Cenário: Grupo Estandarte de Teatro
Iluminação: Ronaldo Costa
Figurinos: João Marcelino e Thémis Suerda
Produção: Daniel Torres
Dia 26/10
Horário: 20h
Classificação indicativa: Livre
Ingressos: R$30,00
Local: Barracão Clowns.
A desmontagem “Evocando os mortos – Poéticas da experiência” refaz o caminho do ator na criação de personagens emblemáticos da dramaturgia contemporânea. Constitui um olhar sobre as discussões de Gênero, abordando a violência contra a mulher em suas variantes, questões que passaram a ocupar centralmente o trabalho de criação do grupo Ói Nóis Aqui Traveiz.

Criação da Atuadora Tânia Farias a partir de quatro personagens de espetáculos da Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz.
Concepção e atuação: Tânia Farias.
Produção: Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz

Dia 27/10
Horário: 20h00
Classificação indicativa: a partir de 16 anos
Ingressos: R$30,00
Local: Barracão Clowns.
Careta é o palhaço da 00h13, no circo de um homem só. Um espectador vem cumprimentar seu ídolo no camarim, após o espetáculo. O que era para ser um diálogo polido e agradável vira um jogo cômico-surreal, no qual o palhaço vai desmontando os sonhos mais puros e os desejos mais imundos de seu fã. Os truques circenses, as brincadeiras e o diálogo ferino e bestial preparam a plateia para um gran finale trágico.
Diretor: Gabriel Carmona
Elenco: Danilo Grangheia e Dagoberto Feliz
Cenário: Flávio Tolezini
Iluminação: Tulio Pezzoni
Figurinos: Daniel Infantini
Produção: Ana Barros
Dia 28/10
Horário: 20h00
Classificação indicativa: 14 anos
Ingressos: R$30,00
Local: Barracão Clowns

Esta é uma adaptação teatral da obra de Jorge Amado A morte e a morte de Quincas Berro Dágua. A saga de Quincas, homem que abandonou a família burguesa para ingressar no universo do baixo meretrício, é contada por seus amigos de copo e aventuras: Pastinha, Curió, Cabo Martim e Pé-de-Vento.*

* Este projeto foi contemplado com PRÊMIO FUNARTE DE TEATRO MYRIAM MUNIZ/2014

Diretor: Daniel Porpino
Adaptação de Daniel Porpino, baseada na obra de Jorge Amado A Morte e a Morte de Quincas Berro D’água
Elenco: Ana Marinho, Dudha Moreira, Odécio Antonio e Thardelly Lima
Direção Musical: Letras de Daniel Porpino musicadas por: Wilame AC (Outra Garrafa), Chico Limeira (A Badalada do Hoje), Osfodidário (Quitéria) e Arthur Pessoa (Amor ao Mar).
Cenário: Daniel Porpino
Iluminação: Fabiano Diniz
Figurinos: Alexandre Targino
Produção: Cristhine Lucena e Virgínia Duan
Assessoria de imprensa: Virgínia Duan
Consultoria em acessibilidade: Larissa Hobi
Operador de luz: Felipe Diniz

Dia 29/10
Horário: 20h00
Classificação indicativa: A partir de 12 anos.
Ingressos: R$30,00
Local: Barracão Clowns.
A peça trata da relação familiar, com seus sentimentos, suas limitações e suas (in)verdades. Em cena, o elenco convida os espectadores a visitar a casa de Alzira e Antero, o casal que há 19 anos, junto à comadre Noélia, vive a angustiante espera do filho Moacir, que desapareceu de casa quando criança. Esse cenário só se modificará a partir da inesperada visita de Indienne Du Bois.
Texto: Marcos Barbosa
Direção: Jânio Tavares
Elenco: Edceu Barboza, Joaquina Carlos, Rita Cidade e Zizi Telécio
Concepção de figurino: Jânio Tavares e Carol Landim
Execução de figurino: Alda Tavares e Marlen Criações
Concepção de cenário: Jânio Tavares e Wanderley Peckovski
Concepção e execução de luz e som: Jânio Tavares e Sâmia Oliveira
Concepção e execução de maquiagem: Grupo Ninho de Teatro
Adereços: George Belisário
Contra regragem: Elizieldon Dantas
Produção: Grupo Ninho de Teatro
Dia 30/10
Horário: 20h
Classificação indicativa: 14 anos.
Ingressos: R$30,00
Local: Barracão Clowns.

Mostra cenas curtas

Seguindo a tradição das duas edições anteriores do Festival o Mundo Inteiro é um Palco, a Mostra Cenas Curtas vem apresentar mais uma vez ao público a possibilidade de viver incríveis experiências teatrais em um curto período de tempo – e de forma gratuita!

Nesse ano, os cinco coletivos teatrais convidados – todos residentes em Natal –  irão compartilhar com o público cenas de 15 minutos,que tiveram como ponto de partida obras da Dramaturgia Nordestina, celebrando a diversidade, riqueza e cultura de nossa região.

A Mostra Cenas Curtas acontece de 26 a 30 de outubro, sempre às 19h,  antes da Mostra Caixa de Espetáculos, na calçada em frente ao Barracão.

Confira a programação com os grupos participantes:

Grupos participantes:

26/10 – Grupo Estação

27/10 – Bololô Cia. Cênica

28/10 – Coletivo Teatral Atores à Deriva

29/10 – Anizia Marques Dança

30/10 – Tropa Trupe

Atividades formativas e de pensamento

A oficina objetiva a capacitação de companhias, grupos e produtores teatrais para ampliação das possibilidades de circulação de espetáculos em festivais e outros projetos pelo país, com ênfase no o Programa de Difusão Cultural que está em debate na Política Nacional das Artes, do Ministério da Cultura Funarte. Serão desenvolvidos os tópicos: diagnóstico da circulação de espetáculos teatrais; exposição de rotas de circulação (festivais e salas); apresentação dos principais festivais brasileiros; avaliação dos materiais de venda dos espetáculos; apresentação das várias formas de apresentação dos materiais; rodadas de negócios e suas dinâmicas (com programadores de Festivais); planejamento estratégico para a circulação.
Marcelo Bones – é programador, consultor e assessor de importantes festivais teatrais brasileiros. Diretor Executivo da Platô – Plataforma de Internacionalização do Teatro, consórcio de quatro grupos teatrais que se reuniram para ações de internacionalização (Luna Lunera, Teatro Invertido, Teatro Andante e Espanca!). Idealizador e coordenador do Observatório dos Festivais (festivais.org.br), organização para a difusão de informações, reflexões e pesquisas sobre festivais de teatro no Brasil. Foi Diretor de Artes Cênicas da Funarte de 2009 a 2011. Licenciado em Ciências Sociais, é professor, diretor e fundador do Grupo Teatro Andante. É o articulador na área do teatro da Política Nacional das Artes do Ministério da Cultura.

Informações:
Ministrante: Marcelo Bones
Dia e horário: 26/10 – das 10h00 as 17h00, com intervalo de 1h para almoço.
Local: A Boca Espaço de Teatros
Número de vagas: Oficina sem restrição de número de participantes.
Inscrições gratuitas através do formulário disponível em: fb.com/clownsdeshakespeare

Na tradição do Cavalo Marinho e Maracatu Rural, música, dança e teatro nascem de um mesmo impulso e seguem os mesmos princípios. Princípios geradores de um estado, uma PRESENÇA, que podem ser utilizados em qualquer contexto. Entre os princípios está a ligação direta e precisa com a PULSAÇÃO, ponto inicial de qualquer fazer musical, mas que nestas tradições também é utilizado na dança e no teatro.O objetivo principal desta oficina é vivenciar esse princípio através do corpo, com dinâmicas individuais e coletivas.

Informações:
Ministrante: Helder Vasconcelos
Dias e horários: 26 a 28/10 – das 14h00 as 17h00
Local: Cine Teatro Municipal de Parnamirim
Número de vagas: 20
Inscrições gratuitas através do formulário disponível em: fb.com/clownsdeshakespeare

O workshop “Vivência com a Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz” consiste em um encontro coordenado pelos atuadores do grupo, que investiga o movimento a ampliação do corpo do ator e a ocupação do espaço teatral. A ênfase é colocada na corporalidade do ator (como forma de perceber o próprio corpo) e na contracenação (para perceber o outro). A vivência vai intensificar a dinâmica teatral do corpo, através de exercícios de desinibição, sensibilização, musicalidade, expressividade e coordenação rítmica, aliados a jogos de inter-relacionamento dramático.

Informações:
Ministrante: Tânia Farias
Dias e horários: 28 a 30/10 – das 09h00 as 13h00
Local: Espaço Cultural Gira Dança
Número de vagas: 20
Inscrições gratuitas através do formulário disponível em: fb.com/clownsdeshakespeare

O Departamento de Artes (DEART) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) realiza em parceria com o Grupo de Teatro Clowns de Shakespeare, de 28 a 30 de outubro, o III Encontro de Estudos Cenográficos e Tecnologias da Cena (ENCENATEC) e o II Encontro de Tecnologias Cênicas Clowns de Shakespeare.

A III edição do evento, que tem como tema geral “Espaço, Tecnologia da Cena e Educação”, traz palestras, conferências e mesas-redondas. O encontro, que acontece no DEART e em outros locais da própria UFRN, pretende reunir pesquisadores da área, professores, estudantes e grupos teatrais e de dança. Acompanhe a programação dia-a-dia:

Programação do evento

Abertura do Evento
9h30, DEART/UFRN.
Com as presenças de André Luiz Omote (Radar Sound); Sávio Araújo, Laura Figueiredo e Makarios Maia (CENOTEC – DEART/UFRN); Ronaldo Costa (Clowns de Shakespeare); Lenilton Teixeira (FUNCARTE); direção CCHLA; chefia do DEART.

Palestra de Abertura – Espaço, Tecnologia da cena e Educação
10h00 às 12h00, DEART/UFRN.
Palestrante: Prof. Sávio Araújo CENOTEC – DEART/UFRN
Mediador: Jefferson Fernandes (Centro de Educação – UFRN)

Palestra – Som e Música Para As Artes Cênicas: da criação à tecnologia da cena.
15h00 às 17h00, DEART/UFRN.

Palestrante: André Luiz Omote (Radar Sound),
Debatedores:
Caio Padilha (Grupo Estação de Teatro),
Marco França (Clowns de Shakespeare),
Eduardo Pinheiro (Megaphone),
Mediador: Prof. Makarios Maia (CENOTEC – DEART/UFRN)

Workshop – Sonorização para as artes cênicas
9h00 às 12h00, Casa da Ribeira.
Ministrante: André Luiz Omote (Radar Sound)

Palestra – O Impacto do RGB na cena atual
15h00 às 17h00, DEART/UFRN.
Palestrante: Ronaldo Costa (Clowns de Shakespeare)
Debatedores:
Daniel Rocha (Rocha Iluminação),
Profa. Laura Figueiredo (CENOTEC)
Ricardo Vieira (Focus Luz e Arte)
Mediador: Prof. Sávio Araújo (CENOTEC)

Mesa redonda – Investigações sobre educação, tecnologia e espaço da cena.
09h00 às 12h00, DEART/UFRN.
Debatedores: mestrandos PPGArC/CENOTEC
Camila Thiago (UFU)
Analu Campos (IFRN – Santa Cruz)
Abraão Lincoln (IFRN – Macau)
Daiane Brum (PPGArC)

Palestra – Arquitetura Teatral e Tecnologias da Cena: questões para uma agenda na área.
15h00 às 17h00, DEART/UFRN.
Palestrante: Laura Figueiredo
Mediador: RONALDO COSTA (Clowns de Shakespeare)
Debatedores:
Rodrigo Bico (FJA)
Haroldo Gomes (FCP),
Dácio Galvão (FUNCARTE)

Sessão de Posters – O ensino de cenografia e tecnologia de cena na escola pública.
18h00 às 20h00, Barracão Clowns.
Apresentação dos trabalhos desenvolvidos pelos bolsistas discentes do PIBID TEATRO – UFRN

O mundo inteiro é uma feijoada

Comemorar, conhecer, conversar, divertir, trocar, rir, blá blá blá... Esse é o espírito de uma festa. E quando ela acontece depois de dias de interação, dá pra imaginar o quanto disso tudo vai rolar? Chegue junto pra conferir que O MUNDO INTEIRO É UMA FEIJOADA. Pra comemorar com você que esteve conosco, preparamos uma baita de uma feijoada no dia 31 de outubro. E pra completar, o barulho está sob o comando de Helder Vasconcelos e seus convidados num forró arretado de bom. Vai perder??? Para participar, entre em contato com os organizadores do evento para maiores informações!

Alguma dúvida?

Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem