O Mundo Inteiro é um Palco V2018-10-05T15:00:10+00:00

A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei.

Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar.

Fernando Birri citado por Eduardo Galeano em As Palavras Andantes.

APRESENTAÇÃO

E eis que chegamos à quinta edição do Festival O Mundo Inteiro É Um Palco!

Esse ano, graças ao esforço e à colaboração conjunta entre os Clowns de Shakespeare, artistas independentes e coletivos parceiros (como Sociedade T, Bobox Produções e ABOCA Cultural), e ABRACE (Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-graduação em Artes Cênicas) – cuja IX Reunião Científica ocorre simultaneamente ao Festival – conseguimos concretizar um desejo que há muito almejávamos: dar o primeiro passo no processo de internacionalização do festival.

E não haveria melhor forma de celebrar essa nova etapa do nosso Festival do que iniciá-la tendo como grupo convidado os queridos amigos e companheiros do Malayerba, coletivo equatoriano que é referência em toda Latino-américa. A obra e o modo de encarar o fazer teatral do Malayerba têm sido uma grande fonte de inspiração para o fazer artístico e pedagógico dos Clowns de Shakespeare em seus últimos anos, sendo de uma alegria imensa poder recebê-los em nossa casa, no Barracão Clowns em Nova Descoberta.

A vinda do Malayerba nos moveu a tomar rumos curatoriais ao encontro da América Latina e seus processos de reconhecimento e pertencimento. Afinal, somos tão diferentes e tão parecidos! Se a primeira condição para modificar a realidade consiste em conhecê-la – como diz Galeano em seu livro As veias abertas da América Latina –, é através do encontro entre artistas e público potiguares, brasileiros e latino-americanos que podemos começar a questionar que aspectos sociais, estruturais e estéticos revelam nossas similaridades e diferenças.

Ao longo de nove dias serão 18 apresentações de 15 espetáculos, oriundos, além do Equador, dos estados de Paraíba, Pernambuco, Ceará, Minas Gerais, São Paulo, e é claro, Rio Grande do Norte. A programação desta edição conta ainda com dois cortejos de bois, duas estreias, uma Mostra Universitária, cinco bate-papos mediados pelos fundadores do portal Farofa Crítica, duas oficinas e três palestras.

Se as veias da América Latina continuam abertas, seu coração não deixa de pulsar.

Um ótimo festival a todos! Clowns de Shakespeare Setembro de 2017.

Clowns de Shakespeare

Setembro de 2017.

NO PALCO COM O BNB

As ações culturais do Banco do Nordeste estão alinhadas às políticas públicas e diretrizes do Governo Federal e à missão da empresa que concebem, promovem e inserem a Cultura como pilar fundamental e estratégico para promover o desenvolvimento da Região, a democratização e igualdade de oportunidades, o acesso público às manifestações culturais e a partilha de seus frutos de sociabilidade.O Banco do Nordeste oferece uma programação gratuita em seus três Centros Culturais, situados em Fortaleza (CE), Juazeiro do Norte/Cariri (CE) e Sousa (PB). Por meio de seu programa de Patrocínio, o BNB apoia iniciativas artísticas e incentiva a criação, circulação e fruição de bens e serviços culturais, a exemplo do Festival O Mundo Inteiro É Um Palco, do grupo Clowns de Shakespeare.

PROGRAMAÇÃO POR DATA

2018-10-05T15:00:12+00:00

A invenção do Nordeste – Grupo Carmin (RN)

Transpor as nuances do amor para a cena é o início de tudo. MARÉ surge como uma alusão à forma que encaramos e estereotipamos o híbrido deste modo de se relacionar. Uma metáfora sobre a modificação, sobre os diversos níveis, sobre as intensidades e profundidades deste sentimento tão complexo.

2018-10-05T15:00:12+00:00

Maré – CIDA: Coletivo Independente Dependente de Artistas (RN)

Transpor as nuances do amor para a cena é o início de tudo. MARÉ surge como uma alusão à forma que encaramos e estereotipamos o híbrido deste modo de se relacionar. Uma metáfora sobre a modificação, sobre os diversos níveis, sobre as intensidades e profundidades deste sentimento tão complexo.

2018-10-05T15:00:12+00:00

(Eu)Fêmea – Rozeane Oliveira – CIDA: Coletivo Independente Dependente de Artistas (RN)

O SER MULHER em constante mutação que sublinha ora a precariedade e o nomadismo da consciência e da existência ora as aleluias e as agonias desse ser. Carrega para si o empoderamento e firmeza do seu (Eu) que impulsiona a Fêmea no íntimo do olhar.

2018-10-05T15:00:12+00:00

Cortejo de Encerramento da ABRACE – Grupos de Cultura Popular da Vila de Ponta Negra (RN)

Iniciado em 2004, como uma ação do Projeto Encantos da Vila/DEART/UFRN, o Cortejo cultural da Vila de Ponta Negra foi pensado como uma expressão de resistência e de divulgação da cultura tradicional e contemporânea da Vila. Integrado historicamente por Grupos como Congos, Pastoril, Bambelô, Coco de Roda, Boi, Lapinha, Capoeira, Percussão e por grupos convidados, bem como por Grupos artísticos das escolas locais e por representantes de movimentos sociais da Vila e da cidade, o Cortejo segue pelas vielas, revelando aspectos da poesia e da luta desses grupos em se manterem vivos, mesmo diante da dura realidade configurada pela ausência de políticas públicas voltadas ao fomento e a sustentabilidade dos mesmos. Assim, em meio aos encantos da Vila e aos gritos (musicais e dançantes) presentes no cortejo, a Vila vai às ruas, às janelas e às portas para vivenciar e evidenciar suas causas culturais!! Venha junto conosco!!!

2018-10-05T15:00:12+00:00

Rei Lear – Remo Produções Artísticas (PE)

Esta obra-prima trágica é encenada apenas com três atrizes vivendo dezenas de personagens em diálogo com trilha sonora ao vivo - um encontro entre a música eletrônica e a música popular. A trama discorre sobre o monarca da Bretanha que, ao chegar à velhice, se vê obrigado a dividir o reino entre suas três filhas.

2018-10-05T15:00:13+00:00

Alegria de Náufragos – Ser Tão Teatro (PB)

Alegria de Náufragos traz em seu centro o emérito professor Nicolai Stepianovitch de Tal, que se depara ao final da sua existência, com uma inevitável análise de si mesmo. Apesar de seu currículo impecável, de ter constituído família e de ser um “homem feliz”, ele gradativamente é submetido a um doloroso processo de falência interior e começa a adquirir clareza sobre o lado patético da sociedade e de suas instituições.

PROGRAMAÇÃO POR LOCAL

2018-10-05T15:00:12+00:00

A invenção do Nordeste – Grupo Carmin (RN)

Transpor as nuances do amor para a cena é o início de tudo. MARÉ surge como uma alusão à forma que encaramos e estereotipamos o híbrido deste modo de se relacionar. Uma metáfora sobre a modificação, sobre os diversos níveis, sobre as intensidades e profundidades deste sentimento tão complexo.

2018-10-05T15:00:12+00:00

Maré – CIDA: Coletivo Independente Dependente de Artistas (RN)

Transpor as nuances do amor para a cena é o início de tudo. MARÉ surge como uma alusão à forma que encaramos e estereotipamos o híbrido deste modo de se relacionar. Uma metáfora sobre a modificação, sobre os diversos níveis, sobre as intensidades e profundidades deste sentimento tão complexo.

2018-10-05T15:00:12+00:00

(Eu)Fêmea – Rozeane Oliveira – CIDA: Coletivo Independente Dependente de Artistas (RN)

O SER MULHER em constante mutação que sublinha ora a precariedade e o nomadismo da consciência e da existência ora as aleluias e as agonias desse ser. Carrega para si o empoderamento e firmeza do seu (Eu) que impulsiona a Fêmea no íntimo do olhar.

2018-10-05T15:00:12+00:00

Cortejo de Encerramento da ABRACE – Grupos de Cultura Popular da Vila de Ponta Negra (RN)

Iniciado em 2004, como uma ação do Projeto Encantos da Vila/DEART/UFRN, o Cortejo cultural da Vila de Ponta Negra foi pensado como uma expressão de resistência e de divulgação da cultura tradicional e contemporânea da Vila. Integrado historicamente por Grupos como Congos, Pastoril, Bambelô, Coco de Roda, Boi, Lapinha, Capoeira, Percussão e por grupos convidados, bem como por Grupos artísticos das escolas locais e por representantes de movimentos sociais da Vila e da cidade, o Cortejo segue pelas vielas, revelando aspectos da poesia e da luta desses grupos em se manterem vivos, mesmo diante da dura realidade configurada pela ausência de políticas públicas voltadas ao fomento e a sustentabilidade dos mesmos. Assim, em meio aos encantos da Vila e aos gritos (musicais e dançantes) presentes no cortejo, a Vila vai às ruas, às janelas e às portas para vivenciar e evidenciar suas causas culturais!! Venha junto conosco!!!

2018-10-05T15:00:12+00:00

Rei Lear – Remo Produções Artísticas (PE)

Esta obra-prima trágica é encenada apenas com três atrizes vivendo dezenas de personagens em diálogo com trilha sonora ao vivo - um encontro entre a música eletrônica e a música popular. A trama discorre sobre o monarca da Bretanha que, ao chegar à velhice, se vê obrigado a dividir o reino entre suas três filhas.

2018-10-05T15:00:13+00:00

Alegria de Náufragos – Ser Tão Teatro (PB)

Alegria de Náufragos traz em seu centro o emérito professor Nicolai Stepianovitch de Tal, que se depara ao final da sua existência, com uma inevitável análise de si mesmo. Apesar de seu currículo impecável, de ter constituído família e de ser um “homem feliz”, ele gradativamente é submetido a um doloroso processo de falência interior e começa a adquirir clareza sobre o lado patético da sociedade e de suas instituições.

Clownge – Lounge do Barracão Clowns

Como em todas as edições, a entrada do Barracão Clowns se transforma durante os dias do Festival O Mundo Inteiro É Um Palco no Clownge – o Lounge dos Clowns. A partir das 20h, o público pode matar a fome com as delícias do Adoro Massas e Brownie Mania, conferir as atrações que são apresentadas ao ar livre para toda a população e ainda disfrutar da presença inigualável da hostess Samira Soraya. Confira a programação dia a dia:

22.09 – Show com Ananda Krishna (Sonora Musical)
23.09 – Clipes Som Sem Plugs
24.09 – não haverá programação por causa do Boi.
25.09 – Shows com Analice e Clara Pinheiro (Sonora Musical)
26.09 – Show com Silvia Sol (Sonora Musical)
27.09 – Lançamento e Bate-Papo Fortunella
28.09 – Performance Wilhelm e Tiago Landera
29.09 – Jovens Escribas + Lançamento do Doc. Festival Ano IV
30.09 – Shicó do Mamulengo

AÇÕES FORMATIVAS E DE PENSAMENTO

2018-10-05T15:00:12+00:00

Sala de Ensaio: diálogos sobre processos teatrais

Diálogos sobre processos teatrais é uma das ações formativas que compõem a programação do Festival O Mundo Inteiro é um Palco - Ano V. Com mediação dos fundadores do portal de crítica teatral Farofa Crítica, a ação pretende abrir um diálogo sobre o processo de criação com alguns dos diretores, diretoras e atrizes de espetáculos apresentados durante a programação do Festival O Mundo Inteiro é um Palco.

OFICINAS

FICHA TÉCNICA DO FESTIVAL O MUNDO INTEIRO É UM PALCO – ANO V

Equipe de Ações Formativas
Pablo Vieira e Moisés Ferreira. Coordenação: Felipe Fagundes e Heloísa Sousa.

Equipe Barracão Clowns
Amália Morais, Aninha Nascimento, Dudu Galvão, Múcia Teixeira, Pablo Costa, Roberta Alves. Coordenação: Myllena Silva.

Equipe de Comunicação
Andrea Luiza, Dudu Galvão, Idyane França, Titina Medeiros. Coordenação: Diogo Spinelli.

Equipe de Captação, Permutas e Parcerias
Arlindo Bezerra, Heloisa Sousa, Renata Kaiser, Titina Medeiros.

Equipe de Logística
Paula Vanina, Ana Clara Vieira, Leila Bezerra, Flávio Rodriguez. Coordenação: Camille Carvalho e Paula Queiroz.

Equipe de Produção
Arlindo Bezerra, Carla Mariane, João Paulo Isnard, Kedma Silva, Renata Kaiser.

Equipe de Programação
Diogo Spinelli, Dudu Galvão. Coordenação: Fernando Yamamoto

Equipe Técnica
Adriano Marinho, Alysson Galdino, Carlos Silva, Janielson Silva, Priscila Araújo. Colaboração: Ronaldo Costa. Coordenação: Rafael Telles.

Equipe Registro
André Chacon, Carito Cavalcanti, Maurício Cuca, Paulo Fuga, Taline Freitas, Tiago Lima. Coordenação: Paula Vanina Cencig

Arte Gráfica
Paula Vanina Cencig

ENDEREÇOS DOS ESPAÇOS

Aboca Cultural
R. Frei Miguelinho, 16 – Ribeira, Natal – RN, 59012-180

Anfiteatro/Praça Cívica da UFRN
Túnel da UFRN – Lagoa Nova, Natal – RN, 59064-741

Auditório da Reitoria da UFRN
Rua da Reitoria, Natal-RN, 59064-741

Barracão Clowns
Av. Amintas Barros, 4661 – Nova Descoberta, Natal – RN, 59075-250

Departamento de Artes da UFRN – DEART/UFRN
Av. Sen. Salgado Filho, 3000 – Lagoa Nova, Natal – RN, 59078-970

Livraria Saraiva – Midway Mall
Av. Bernardo Vieira, 3775 – Tirol, Natal – RN, 59015-900

Museu Câmara Cascudo
Av. Hermes da Fonseca, 1398 – Tirol, Natal – RN, 59020-650

Parque das Dunas
Av. Alexandrino de Alencar, s/n – Tirol, Natal – RN, 59015-300

REALIZADORES

English English French French Portuguese Portuguese Spanish Spanish

Accessibility